R7

Buscar no R7

Alan Kardec não é o único

Quarta, 30 de Abril de 2014

Na semana em que Palmeiras e São Paulo entraram em atrito por causa do atacante Alan Kardec, que deixou o Palestra Itália para jogar pelo time do Morumbi, o Esporte Fantástico relembra os grande “vira-casacas” do futebol brasileiro. Até que ponto é normal um clube contratar um funcionário do rival? O São Paulo foi audaz ou antiético? E o Palmeiras seria vítima ou principal responsável pela saída do jogador?

E no ano em que o Palmeiras completa 100 anos, o Esporte Fantástico encontrou a torcedora mais antiga do clube. Com 102 anos de idade, dona Nair vive pelo Palmeiras desde que tinha 15 anos de idade. Em todos esses anos de “relacionamento”, ela sempre acompanhou o time nos estádios e não perdia nenhuma notícia ligada a esta grande paixão. Agora, com um pouco mais de idade, dona Nair teve que se afastar dos campos, mas o amor pelo Palmeiras continuou. Esta semana, a repórter Janice de Castro levou dona Nair para conhecer o CT do Palmeiras na Barra Funda. Ela conversou com os principais ídolos da atualidade, cobrou alguns jogadores e ainda recebeu o carinho de todos que trabalham no local.

Bem mais jovem que Dona Nair, Luana, de apenas 2 anos , há pouco tempo descobriu que tem um câncer na pélvis. Na luta contra a doença, ela se apegou a uma nova paixão: o São Paulo. A menina já coleciona camisas e objetos relacionados ao clube. Segundo os pais, o amor pelo clube é uma das armas que ela usa para superar as dificuldades do tratamento, como as duras sessões de quimioterapia. Ao lado do repórter Alex Mendes, Luana foi a um treino do São Paulo e recebeu a solidariedade dos ídolos.

Saiba das nossas novidades

Cadastre-se abaixo e receba a nossa newsletter.
Record
Av. do Contorno, 1545 - Floresta - Cep 30.110-005 Belo Horizonte - MG / Telefone: (31) 3217.8200