Entenda como funciona o plano de reabertura do comércio em BH

Terça, 26 de Maio de 2020

A partir da segunda-feira (25), salões de beleza, shoppings populares e alguns tipos de comércio varejista poderão voltar a abrir suas portas em Belo Horizonte. Essa é a primeira etapa de um processo de reabertura gradual desenvolvido pela prefeitura, anunciada pelo secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, na sexta-feira (22).

Conforme boletim epidemiológico divulgado na quinta-feira (21), Belo Horizonte tem 36 óbitos causados em decorrência da covid-19 e 1.316 casos confirmados. 

O plano foi construído a partir de sugestões das secretarias de Saúde, Fazenda, Desenvolvimento Econômico e Planejamento, além da BHTrans, e entidades como o Sindilojas, CDL, Fiemg, Abrasel e a Câmara Municipal, que foram submetidas ao Comitê de Enfrentamento à Covid-19, formado por médicos e epidemiologistas.

A proposta prevê a retomada da atividade econômica em quatro etapas, com início nesta segunda-feira (25), e que serão avaliadas a cada duas semanas. Dependendo dos indicadores de saúde, a flexibilização pode avançar ou retrair, segundo Machado. Ele não descartou, inclusive, a possibilidade de a Prefeitura de BH decretar "lockdown", caso a taxa de transmissão do novo coronavírus aumente. 

 

Abertura

A partir desta segunda-feira, poderão reabrir salões de beleza, shoppings populares e comércios varejistas (de móveis e artigos domésticos, autopeças, papelaria e perfumaria), de acordo com o plano anunciado pelo secretário Jackson Machado: "Fizemos um filtro do risco sanitário de todas as atividades, principalmente porque temos a preocupação de limitar o número de pessoas circulando na cidade. O que estiver aberto em um primeiro momento tem a ver com a quantidade de pessoas circulando e expostas ao vírus. Vamos fazer isso de duas em duas semanas para ter um monitoramento mais próximo do que poderá acontecer.", afirmou Jackson. 

De acordo com o secretário, a reabertura do comércio, nesta primeira etapa, contará com horários específicos de funcionamento para cada atividade. Confira:

- Salões de beleza (exceto clínicas de estética): 7h às 21h
- Shoppings populares: 11h às 19h
- Comércio varejista de móveis, artigos domésticos, cama, mesa e banho, tecido e afins: 11h às 19h
- Papelaria: 11h às 19h
- Perfumaria e cosméticos: 11h às 19h
- Veículos, peças e acessórios: 9h às 17h

De acordo com o secretário, a Prefeitura de Belo Horizonte ainda analisa quais tipos de estabelecimentos poderiam ser incluídos na segunda etapa do planejamento, bem como a reabertura de praças e parques. 

 

Indicadores

Para basear a decisão da reabertura, a prefeitura avalia três indicadores:  

• Número médio de transmissão por infectado;
• Taxa de ocupação dos leitos de enfermaria;
• Taxa de ocupação dos leitos de UTI;

Saiba das nossas novidades

Cadastre-se abaixo e receba a nossa newsletter.
Record
Av. do Contorno, 1545 - Floresta - Cep 30.110-005 Belo Horizonte - MG / Telefone: (31) 3217.8200